logo
Populate the side area with widgets, images, navigation links and whatever else comes to your mind.
Strömgatan 18, Stockholm, Sweden
(+46) 322.170.71
ouroffice@freestyle.com

Follow us

 

Code: Os freios de DH da SRAM

Code: Os freios de DH da SRAM

Para fechar a série Freios à Disco #SRAM , hoje vamos apresentar os novos freios SRAM Code, que foram totalmente reprojetados e estão melhores que nunca! Quem faz downhill com certeza conhece ou já usou os Code quando ainda eram fabricados pela Avid e tinham esse visual aqui

Linha SRAM Code

Os novo Code foram totalmente reprojetados seguindo a nova linha de freios SRAM, visto que a marca Avid foi descontinuada. O design da manete e do cáliper lembra na hora os Guide, ou G2 porém mais encorpados. E foi exatamente isso que a SRAM fez, o novo Code ganhou 15% de potência extra com pistões maiores e 30% a mais de espaço para fluído no reservatório da manete, para que toda essa potência possa ser consistente e o sistema não superaqueça nas descidas mais longas e intensas. Os Code estão disponível em 2 modelos, que vamos conferir agora:

Code RSC

A versão RSC é a mais completa. Oferecendo alavancas com rolamentos selados e o precioso ajuste de distância das pastilhas sem necessidade ferramentas, além de um acabamento brilhante incrível. O peso fica na casa dos 315g cada aproximadamente.

Tecnologias do Code RSC

  • Pivô da alavanca com rolamento selado: Zero folga da alavanca e movimento suave e preciso com o mínimo atrito, o que faz diferença na sensibilidade e controle dos freios.
  • Swing Link: A tecnologia SwingLink significa sem “ponto-morto” e sem a sensação de “ligado/deligado”, você aperta a alavanca e os freios reagem na hora com um movimento progressivo e suave até as pastilhas encostarem no disco. Sem comprometer a modulação o SwingLink conecta a alavanca ao pistão interno da manete de modo que a relação precisão X potência seja perfeita para que você esteja sempre no controle.
  • Bexiga Expansível: O novo design da manete SRAM inclui uma “bexiga” reprojetada que ajuda a regular e reduzir bolhas de ar. A bexiga é especificamente moldada para evacuar o ar da alavanca e empurrar o fluído exatamente para onde ele deve ir. O resultado é um alívio na pressão de retorno da alavanca que ajuda a fornecer potência e consistência de frenagem confiáveis.
  • Timming Port Closure ou “Porta de sincronização”: Uma porta de sincronização dos freios à disco hidráulicos é a conexão entre o reservatório e o furo do cilindro mestre. Quando a alavanca é pressionada, uma vedação passa por essa área e fecha a porta, o que pressuriza o sistema. O Timming Port Closure da SRAM apresenta vedações duráveis ​​e acabamento ultra-suave do furo do cilindro, produzindo potência e consistência de frenagem confiáveis.
  • Escudo Térmico: O “Escudo térmico” é uma placa de aço inox localizada no cáliper, perto das pastilhas que diminui a troca de calor abaixando a temperatura do fluído em até 20° C até nos testes mais extremos, o que ajuda a manter os freios consistentes.
  • Bleeding Edge: Bleeding Edge é o nome da tecnologia da porta no cáliper pela qual se faz a sangria. É parecido com o sistema de abastecimento de carros de fórmula 1: Você conecta a seringa, faz a sangria e depois apenas desconecta, sem derramar óleo e sem precisar de nenhuma chave, o que gera uma sangria limpa, eficiente e rápida.
  • Reservatório Piggyback: O novo reservatório de fluído de freio da nova manete SRAM foi reprojetado para performance e facilidade de uso. O Reservatório Piggyback oferece uma maneira simples e segura de gerenciar o fluido de freio e também a instalação de manetes ambidestras, para que você possa retirar ou substituir com facilidade.
  • Ajuste de contato das pastilhas: Algumas pessoas gostam do curso da alavanca mais curto, outras nem tanto. Com esse recurso você consegue ajustar a distância das pastilhas em relação ao disco, escolhendo a posição em que você deseja estar quando seus freios estiverem acionados. Tudo sem precisar de ferramentas ou tirar as pastilhas do cáliper.
  • Ajuste de alcance: O ajuste de alcance permite que você ajuste a distância entre a alavanca e sua mão levando em conta suas preferências pessoais sem alterar o curso da manete.
  • Integração com Matchmaker X: A abraçadeira Matchmaker X é mais que uma abraçadeira de manete comum. Com ela você pode integrar seu passador SRAM trigger, botão XLoc da sua suspensão RockShox ou ainda o botão XLoc ou 1x do seu canote RockShox Reverb, usando apenas as abraçadeiras dos freios, sem precisar de uma para cada botão.

Code R

Os Code R apresentam a mesma potência e modulação dos RSC, porém as alavancas se movem fixadas com buchas de alta precisão em vez de rolamentos e aqui a distância das pastilhas não pode ser ajustada, apenas a distância da alavanca, ajuste presente nas duas versões. Por conta dessas duas tecnologias a menos, o peso é menor e fica na casa dos 300g.

Tecnologias do Code R

  • Bexiga Expansível: O novo design da manete SRAM inclui uma “bexiga” reprojetada que ajuda a regular e reduzir bolhas de ar. A bexiga é especificamente moldada para evacuar o ar da alavanca e empurrar o fluído exatamente para onde ele deve ir. O resultado é um alívio na pressão de retorno da alavanca que ajuda a fornecer potência e consistência de frenagem confiáveis.
  • Timming Port Closure ou “Porta de sincronização”: Uma porta de sincronização dos freios à disco hidráulicos é a conexão entre o reservatório e o furo do cilindro mestre. Quando a alavanca é pressionada, uma vedação passa por essa área e fecha a porta, o que pressuriza o sistema. O Timming Port Closure da SRAM apresenta vedações duráveis ​​e acabamento ultra-suave do furo do cilindro, produzindo potência e consistência de frenagem confiáveis.
  • Escudo Térmico: O “Escudo térmico” é uma placa de aço inox localizada no cáliper, perto das pastilhas que diminui a troca de calor abaixando a temperatura do fluído em até 20° C até nos testes mais extremos, o que ajuda a manter os freios consistentes.
  • Bleeding Edge: Bleeding Edge é o nome da tecnologia da porta no cáliper pela qual se faz a sangria. É parecido com o sistema de abastecimento de carros de fórmula 1: Você conecta a seringa, faz a sangria e depois apenas desconecta, sem derramar óleo e sem precisar de nenhuma chave, o que gera uma sangria limpa, eficiente e rápida.
  • Reservatório Piggyback: O novo reservatório de fluído de freio da nova manete SRAM foi reprojetado para performance e facilidade de uso. O Reservatório Piggyback oferece uma maneira simples e segura de gerenciar o fluido de freio e também a instalação de manetes ambidestras, para que você possa retirar ou substituir com facilidade.
  • Directlink: A alavanca DirectLink da SRAM produz uma sensação sólida e positiva de acionamento do freio, sem ponto morto.
  • Ajuste de alcance: O ajuste de alcance permite que você ajuste a distância entre a alavanca e sua mão levando em conta suas preferências pessoais sem alterar o curso da manete.
  • Integração com Matchmaker X: A abraçadeira Matchmaker X é mais que uma abraçadeira de manete comum. Com ela você pode integrar seu passador SRAM trigger, botão XLoc da sua suspensão RockShox ou ainda o botão XLoc ou 1x do seu canote RockShox Reverb, usando apenas as abraçadeiras dos freios, sem precisar de uma para cada botão.

 

Você encontra os modelos Code nas principais marcas e bikes do mercado, além de poder fazer um upgrade através de um lojista parceiro.

Com a apresentação dos Code, encerramos a série de Freios à Disco #SRAM e os primeiros três textos você pode ler aqui.

Por @igaodh

No Comments

Reply