logo
Populate the side area with widgets, images, navigation links and whatever else comes to your mind.
Strömgatan 18, Stockholm, Sweden
(+46) 322.170.71
ouroffice@freestyle.com

Follow us

 

G2: Os freios de Enduro da SRAM

G2: Os freios de Enduro da SRAM

No terceiro artigo da série Freios à Disco #SRAM vamos falar sobre os G2, que são a nova geração dos bem avaliados Guide, também chamados de “Mini-code” e indicados para trilhas mais agressivas e Enduro, modalidade que vêm crescendo cada vez mais no Brasil e no mundo.

Linha SRAM G2

A linha G2 é projetada com foco na relação peso/potência para equipar as bikes de trilha mas agressivas, All Mountain e Enduro onde a consistência e a potência da frenagem são mais importantes que o peso total porém esse fator ainda é considerado, visto que as bikes chegam ao topo das descidas muitas vezes pedalando. Os G2 são atualmente os freios de 4 pistões mais leves da SRAM e são chamados de “Mini-Code” pois são exatamente isso, uma versão menor, mais leve e com potência moderada em relação aos Code, os freios para uso mais extremo e que iremos falar na semana que vem.

Para essa linha a SRAM oferece 4 modelos que utilizam pinças com 4 pistões e que variam entre tecnologias, tipos de materiais mais ou menos leves e também valores. Assim como nos Level, os modelos da linha G2 variam conforme recursos disponíveis e materiais utilizados, o que interfere mais no peso do que na potência e funcionamento de ambas as versões. Vamos conhecer melhor cada um delas, confira:

G2 Ultimate

Como o próprio nome sugere, a versão Ultimate não economiza em nada. Aqui temos alavanca em fibra de carbono, parafusos de titânio e acabamento premium pesando aproximadamente apenas 242 g.

Tecnologias do G2 Ultimate

  • Pivô da alavanca com rolamento selado: Zero folga da alavanca e movimento suave e preciso com o mínimo atrito, o que faz diferença na sensibilidade e controle dos freios.
  • Geometria que poupa energia: Seu dedo puxa em linha reta, mas a alavanca dos freios se move em arco. Conclusão: seus dedos tipicamente querem deslizar nas extremidades da alavanca enquanto você puxa. Os freios SRAM possuem o menor fator X do mercado, que é a distância entre o centro do guidão e o centro do pivô da manete, o que reduz o deslocamento interno da alavanca, cria um arco mais próximo ao movimento natural do seu dedo e entrega mais potência com menos esforço à alavanca do freio.
  • Cáliper S4 super leve: O novo cáliper  S4 possui quatro pistões de alumínio usinados e revestidos com molibdênio para movimentação suave e fácil manutenção, placa de blindagem térmica “Heat Shield” e a porta “Bleeding Edge” para sangria fácil, eficiente e limpa.
  • Swing Link: A tecnologia SwingLink significa sem “ponto-morto” e sem a sensação de “ligado/deligado”, você aperta a alavanca e os freios reagem na hora com um movimento progressivo e suave até as pastilhas encostarem no disco. Sem comprometer a modulação o SwingLink conecta a alavanca ao pistão interno da manete de modo que a relação precisão X potência seja perfeita para que você esteja sempre no controle.
  • Timming Port Closure ou “Porta de sincronização”: Uma porta de sincronização dos freios à disco hidráulicos é a conexão entre o reservatório e o furo do cilindro mestre. Quando a alavanca é pressionada, uma vedação passa por essa área e fecha a porta, o que pressuriza o sistema. O Timming Port Closure da SRAM apresenta vedações duráveis ​​e acabamento ultra-suave do furo do cilindro, produzindo potência e consistência de frenagem confiáveis.
  • Bleeding Edge: Bleeding Edge é o nome da tecnologia da porta no cáliper pela qual se faz a sangria. É parecido com o sistema de abastecimento de carros de fórmula 1: Você conecta a seringa, faz a sangria e depois apenas desconecta, sem derramar óleo e sem precisar de nenhuma chave, o que gera uma sangria limpa, eficiente e rápida.
  • Ajuste de contato das pastilhas: Algumas pessoas gostam do curso da alavanca mais curto, outras nem tanto. Com esse recurso você consegue ajustar a distância das pastilhas em relação ao disco, escolhendo a posição em que você deseja estar quando seus freios estiverem acionados. Tudo sem precisar de ferramentas ou tirar as pastilhas do cáliper.
  • Ajuste de alcance: O ajuste de alcance permite que você ajuste a distância entre a alavanca e sua mão levando em conta suas preferências pessoais sem alterar o curso da manete.
  • Integração com Matchmaker X: A abraçadeira Matchmaker X é mais que uma abraçadeira de manete comum. Com ela você pode integrar seu passador SRAM trigger, botão XLoc da sua suspensão RockShox ou ainda o botão XLoc ou 1x do seu canote RockShox Reverb, usando apenas as abraçadeiras dos freios, sem precisar de uma para cada botão.

G2 RSC

O G2 RSC apresenta exatamente as mesmas tecnologias do Ultimate porém nele as alavancas são de alumínio forjado em vez de carbono e os parafusos de aço inox em vez de titânio, o que coloca o peso na casa dos 255g e um preço um pouco abaixo mas sem deixar de entregar nenhum benefício de ajuste e funcionamento em comparação com a versão Ultimate.

Tecnologias do G2 RSC

  • Exatamente as mesmas do Level Ultimate porém a alavanca e os parafusos são materiais diferentes, alumínio forjado e aço inox em vez de fibra de carbono e titânio.

G2 RS

O G2 RS apresenta a mesma potência de frenagem dos G2 Ultimate e RSC porém abre mão do Ajuste de Contato da Pastilha e dos rolamentos na manete para oferecer um freio fácil de usar para aqueles que estão no nível intermediário e ainda não querem se preocupar tanto com ajustes mais precisos mas sim apenas confiar nos freios nas descidas mais técnicas. O peso fica na casa dos 397g incluindo disco.

Tecnologias do G2 RS:

  • Bleeding Edge: Bleeding Edge é o nome da tecnologia da porta no cáliper pela qual se faz a sangria. É parecido com o sistema de abastecimento de carros de fórmula 1: Você conecta a seringa, faz a sangria e depois apenas desconecta, sem derramar óleo e sem precisar de nenhuma chave, o que gera uma sangria limpa, eficiente e rápida.
  • Geometria que poupa energia: Seu dedo puxa em linha reta, mas a alavanca dos freios se move em arco. Conclusão: seus dedos tipicamente querem deslizar nas extremidades da alavanca enquanto você puxa. Os freios SRAM possuem o menor fator X do mercado, que é a distância entre o centro do guidão e o centro do pivô da manete, o que reduz o deslocamento interno da alavanca, cria um arco mais próximo ao movimento natural do seu dedo e entrega mais potência com menos esforço à alavanca do freio.
  • Cáliper S4 super leve: O novo cáliper  S4 possui quatro pistões de alumínio usinados e revestidos com molibdênio para movimentação suave e fácil manutenção e a porta “Bleeding Edge” para sangria fácil, eficiente e limpa.
  • Swing Link: A tecnologia SwingLink significa sem “ponto-morto” e sem a sensação de “ligado/deligado”, você aperta a alavanca e os freios reagem na hora com um movimento progressivo e suave até as pastilhas encostarem no disco. Sem comprometer a modulação o SwingLink conecta a alavanca ao pistão interno da manete de modo que a relação precisão X potência seja perfeita para que você esteja sempre no controle.
  • Ajuste de alcance: O ajuste de alcance permite que você ajuste a distância entre a alavanca e sua mão levando em conta suas preferências pessoais sem alterar o curso da manete.
  • Timming Port Closure ou “Porta de sincronização”: Uma porta de sincronização dos freios à disco hidráulicos é a conexão entre o reservatório e o furo do cilindro mestre. Quando a alavanca é pressionada, uma vedação passa por essa área e fecha a porta, o que pressuriza o sistema. O Timming Port Closure da SRAM apresenta vedações duráveis ​​e acabamento ultra-suave do furo do cilindro, produzindo potência e consistência de frenagem confiáveis.

G2 R

O coração do desempenho dos freios é a consistência. Confiabilidade. Segurança. Com o G2 focamos em oferecer um valor premium sem o comprometer o principal do funcionamento. Esses freios oferecem a potência “Mini-code”e um conjunto completo de recursos padrão da SRAM a um valor absolutamente imbatível. O peso fica na casa dos 393g com disco.

Tecnologias do G2 R

  • Bleeding Edge: Bleeding Edge é o nome da tecnologia da porta no cáliper pela qual se faz a sangria. É parecido com o sistema de abastecimento de carros de fórmula 1: Você conecta a seringa, faz a sangria e depois apenas desconecta, sem derramar óleo e sem precisar de nenhuma chave, o que gera uma sangria limpa, eficiente e rápida.
  • Directlink: A alavanca DirectLink da SRAM produz uma sensação sólida e positiva de acionamento do freio, sem ponto morto.
  • Ajuste de alcance: O ajuste de alcance permite que você ajuste a distância entre a alavanca e sua mão levando em conta suas preferências pessoais sem alterar o curso da manete.
  • Timming Port Closure ou “Porta de sincronização”: Uma porta de sincronização dos freios à disco hidráulicos é a conexão entre o reservatório e o furo do cilindro mestre. Quando a alavanca é pressionada, uma vedação passa por essa área e fecha a porta, o que pressuriza o sistema. O Timming Port Closure da SRAM apresenta vedações duráveis ​​e acabamento ultra-suave do furo do cilindro, produzindo potência e consistência de frenagem confiáveis.

Você encontra os modelos G2 nas principais marcas e bikes do mercado, além de poder fazer um upgrade através de um lojista parceiro.

Na semana que vem vamos falar dos freios Code, os freios para uso mais agressivo, encerrando a série Freios à Disco #SRAM

Por @igaodh

No Comments

Reply